Estágio Supervisionado em Serviço Social: desafios e limites para o supervisor e o discente no processo de formação profissional.

Janaína dos Santos Rodrigues

Resumo


Este artigo traz no seu bojo uma discussão a respeito do Estágio Supervisionado em Serviço Social a partir da década de 1980 abordando sua construção enquanto elemento fundamental na formação profissional e atravessado pelos fatores sociais, políticos e econômicos que incidem sobre esta realidade. Nosso estudo é pautado no aporte teórico mediante consulta a materiais bibliográficos. Concluímos que a parte regulatória do Estágio em Serviço Social obteve um grande avanço nas últimas décadas, apesar de toda a adversidade posta pelo sistema neoliberal, o que demonstra o empenho e a firmeza no direcionamento ético-político da profissão. Tal avanço cristaliza-se através das seguintes legislações reguladoras: Diretrizes Curriculares de 1996, Lei de Regulamentação da Profissão de 1996, Resolução CFESS nº 533/2008 e mais recentemente, a Política Nacional de Estágio.


Palavras-chave


Estágio em Serviço Social. Diretrizes Curriculares. Política Nacional de Estágio. Formação Profissional.

Texto completo:

PDF


Locations of visitors to this page