Professora da Uniabeu concorre ao Prêmio Heráclito Fontoura Sobral Pinto 2017 em São Paulo

Laura Magalhães defende o estudo ‘O Papel da Educação Ambiental Crítica na Promoção e Salvaguarda de Direitos Humanos Fundamentais’

 A professora do curso profissionalizante Gestão Jurídica, da Uniabeu, e de Direito Civil, da UFRJ, doutoranda da UFF; Laura Magalhães, concorre, na sexta-feira, dia nove de junho, na sede da OAB-SP, em São Paulo, ao melhor artigo de direito ambiental em proveito da dignidade da pessoa humana a ser concedido pela Academia de Direitos Humanos, na programação do I Encontro Nacional de Pesquisadores em Direito Ambiental e Desenvolvimento Sustentável. Ela pode ganhar o Prêmio Heráclito Fontoura Sobral Pinto 2017.

O evento conta com a participação de mais de 40 Programas de Doutorado e Mestrado em Direito de todo o Brasil e que em 2017 tem como tema central a “Sustentabilidade e os 30 anos do relatório Nosso Futuro Comum (Relatório Brundtland/ONU)”.

Laura Magalhães e Celso Fiorillo da OAB-SP

Laura Magalhães apresenta o “O Papel da Educação Ambiental Crítica na Promoção e Salvaguarda de Direitos Humanos Fundamentais”. Ela explica que o estudo defende que a verdadeira promoção de direitos humanos não pode estar dissociada de uma profunda reflexão dos indivíduos acerca de seu papel no meio ambiente, que não pode ser encarado apenas como natural, mas econômico e social.

“É através da Educação Ambiental, de forma crítica e participativa, que se pode obter uma transformação de pensamentos e atitudes, que vão repercutir nas ações individuais e, principalmente, tornarão os cidadãos aptos a questionar e a buscar melhorias para seu entorno e toda a coletividade”, afirma Magalhães.

Participam do encontro professores, doutorandos e mestrandos dos Programas de Pós Graduação Stricto Sensu de todo o país, além de estudantes e profissionais de todos os ramos da ciência comprometidos com os estudos e as pesquisas no âmbito do Direito Ambiental e do Desenvolvimento Sustentável em proveito da dignidade da pessoa humana.

Reportagem: Fernando Fraga

Fotos: Arquivo pessoal